Menu

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Mais chocolates Suíços - Viagem Europa - 13º dia - Parte II

Digam lá, chocólatras de plantão, no último post que escrevi sobre a viagem à Europa eu falei sobre os maravilhosos chocolates Lindt que compramos diretamente em lojas na Suíça. Hoje vou falar sobre as outras marcas que tivemos oportunidade de degustar durante o breve período que estivemos neste país onde são produzidos alguns dos melhores chocolates do planeta.

Além dos chocolates Lindt, pudemos experimentar chocolates da marca Frey, que é páreo duro para os chocolates Lindt, talvez até melhor em algumas situações; e da marca M Budget, uma marca com qualidade boa (não excelente como Lindt e Frey) e preços absurdamente baratos. Da para comprar uma barra de 100 gramas por um valor equivalente à 80 centavos de real!

O segredo foi que conseguimos encontrar um mercado, andando pelas ruazinhas da Suíça. Não foi tão difícil, apesar da guia nos ter fornecido a dica errada. Foi lá que encontramos a maior variedade de chocolates pelo melhor preço.

Vou falar sobre cada um dos chocolates que compramos neste mercado.


Frey

Milch extra

Chocolate extra milk da melhor qualidade, super cremoso, derrete totalmente na boca. Essa barra de 400 gramas de puro chocolate fino custou cerca de 4 ou 5 francos suíços. Convertido para real, aproximadamente uns 13 reais. Acredite, vale a pena, é um dos melhores chocolates que você pode comer.


M Classic

Chocolate básico da Frey. Custou cerca de 1.20 francos suíços, uns 3 reais e 20 centavos. E a qualidade continua sendo muito boa, mas não chega aos pés do Milch extra.

M Classic com avelã

O mesmo do acima, mas com avelã. Muito bom. Esse custou cerca de 1.50 francos suíços. 


M Budget 

O chocolate mais barato de todos. era 35 centavos de franco suíço, então em real dava uns 80 centavos. Por 100 gramas de chocolate suíço, eu acho uma pechincha! Ah, e a qualidade continua sendo boa!






E foram estes os chocolates que experimentamos na Suíça, um melhor que o outro. Ao fim deste 13º dia, estávamos chegando em Paris, na França, cidade onde comi o prato mais fedido do mundo. Aguardem, pois este conto será memorável. Até a próxima!








0 comentários:

Postar um comentário