Menu

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Mercat de la Boqueria, Barcelona - Viagem Europa - 6º dia







Fala minha gente. Sejam bem vindos ao meu mundo de gastronomia. Para quem não está acompanhando, estou todos os dias postando aqui, contando sobre a viagem de 18 dias que fiz à Europa. Cada dia é um conjunto de sabores, aromas e cores diferentes.

Hoje vou falar sobre nosso 6º dia de viagem, dia que infelizmente não tem pratos tão legais, pois viajamos durante quase toda parte da tarde. Mas na manhã deste dia ainda estávamos em Barcelona, e como a guia havia mencionado um mercado local muito conhecido, o mercat de la boqueria, eu, como fã de especiarias, não pude deixar de ir dar uma olhada. Acordamos cedo, arrastei minha esposa e fomos conhecer o mercado pouco após abrir.

O mercado realmente tinha bastante variedade. Mesmo tão cedo já se podia ver diversas pessoas levando as especiarias. Composto por vários corredores, vendia especiarias como frutas secas, temperos, carnes, frutos do mar, doces, produtos títpos. Nesta foto que tirei com minha esposa da para ter uma ideia.


Infelizmente não havia nada que podíamos comprar, a não ser as frutas secas, pois nada dava para levar. Mas foi interessante conhecer o lugar. Após algum tempo admirando os produtos e tirando algumas fotos, nós saímos. Abaixo algumas dessas fotos.


 Barcelona é uma cidade bonita, principalmente por sua arquitetura única, mas a hora da despedida estava chegando. Logo estávamos embarcando no ônibus da excursão para encarar mais uma longa viagem. E assim nos despedimos de Barcelona.

O almoço deste dia foi no meio da estrada. Paramos em um destes restaurantes que encontramos por estas bandas, um self service da vida. Mas lá é um pouco diferente. Ao invés de ir montando seu prato colocando a quantidade que deseja de cada item, você vai montando seu prato escolhendo porções. Em geral, quanto mais itens variados, mais caro fica o prato, então tem que tomar cuidado. No fim das contas, montei este pratinho com esta costela de porco, que deu 15 euros.


Sinceramente não estava lá estas coisas, mas eu não esperava tanto de um restaurante de beira de estrada. A costela estava razoável, os legumes pareciam de conserva, a batata péssima e o arroz normal. Pelo menos saímos alimentados. A minha esposa pegou um peixe que simplesmente embrulhava o estomago.

Após este almoço, não tenho muito o que contar, pois foi uma viagem contínua até de noitinha. Chegamos na bela Nice, na França, ao fim deste dia, mas antes deu para parar em um mercadinho onde comprei um queijo cambert. Queijo francês é tudo de bom, muito mais barato e gostoso que no Brasil, mas em contrapartida, muito fedido. Esse queijo deixava um cheio de "pum" em tudo que tocava! Hehe, realmente muito fedido, mas na boca era tudo de bom.



Com isto termino o post de hoje. Amanhã tem mais! Passeamos pela bela Nice, na costa azul e fomos parar em Mônaco, aonde comemos uma pizza tomando vinho francês. Não percam!



1 comentários: